terça-feira, 11 de agosto de 2009

G. I. Joe

Segunda-feira, o dia preferido dos suicidas, pra mim é um bom dia de ir no cinema: é barato e se começa bem a semana! :)

Hoje à noite deixei de ver minha novela (tá, na real não deixei de ver, mas perdi a metade) e fui no cinema com o Tommy assistir G.I. Joe.

Bom, não sei por onde começo. De fato, eu não esperava grandes coisa do filme - fala sério, um filme inspiado em bonequinhos de brinquedo dificilmente resultaria em algo instigante e elaborado. Mas também nao precisava ter a profundidade de um píres, poxa!

O filme é cheio de "juquices" - se passa num futuro não muito distante, onde a nanotecnologia é algo tri banal e coisas muito jucas são possíveis. Além de muita explosão, tiros, perseguições em trajes ultratecnológicos, tem também umas pieguices baratas para explorar o "psicológico" dos personagens (embora não tenha me convencido nem um pouquinho, o filme se esforça nesse sentido, cheio de flashbacks e reviravoltas megaprevisíveis).

Mas daí tu te pergunta "vem cá, hein, o filme não se salva nem pra ver uns homens bonitos?" E eu te digo "baaaah... nem". O tal do Channing Tatum tem uma cara de quem não pensa, sabe? Mas o corpinho não é de se jogar fora :P

4 comentários:

  1. hnf...
    eu quero saber a opinião do Tomaz.

    ResponderExcluir
  2. pois é.. o tomy gostou???

    eu tava desanimada com o filme.. até a última frase.. agora acho q vou ver.. uhauauha

    ResponderExcluir
  3. se só vale a pena ver por causa do gostosão aí, sai muito mais barato procurar uma foto dele no google u.u

    ResponderExcluir